BRIGADA MILITAR PARTICIPA DE REUNIÃO COM O NÚCLEO DAS MULHERES EMPREENDEDORAS DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE MONTENEGRO E PARECI NOVO

Na tarde desta quarta-feira, a Brigada Militar, através do Comando regional de Polícia Ostensiva Vale do Caí (Tenente Coronel Ronaldo Buss ) e do 5º Batalhão de Polícia Militar de Montenegro (Capitão Suzin), esteve reunida com a presidência da ACI Montenegro e Pareci Novo (Waldir João Kleber) e com o núcleo da mulheres empreendedoras da entidade (propositoras do encontro), para tratarem do sempre importante tema da Segurança Pública, especialmente no município de Montenegro.


Estiveram ainda presentes, além dos já mencionados, representantes do Ministério Público (Promotora Daniela) e da Polícia Civil (Delegado Azeredo).
Foi explanado aos participantes as estratégias operacionais que vem sendo empregadas pela Brigada Militar e que tem contribuído para o efetivo controle dos principais indicadores criminais da região e da cidade, fato este também demonstrado pelo Delegado Azeredo, que ainda enalteceu a permanente parceria dos órgão de segurança pública locais.


Foi informado aos presentes, além dos números favoráveis, ações práticas de ostensividade que a Brigada Militar está implantando, a fim de minimizar os efeitos da sensação de insegurança que nossa população tem passado. Embora tenhamos comemorado a redução dos indicadores locais, ainda sim, a população como um todo, tem desenvolvido um sentimento de medo desproporcional aos números apresentados.
Ficou deliberado na reunião, uma mobilização a ser conduzida pela entidade, a fim de lutar pelos interesses locais me mobilização por mais efetivo para a Brigada Militar e Polícia Civil, solicitação de incentivos a permanência dos policiais no município, e de políticas públicas voltadas ao tratamento da mendicância, ampliação da Guarda Municipal e do vídeo monitoramento, por parte do poder público municipal.
Ao final, a Brigada Militar solicitou o envolvimento de todos na mesma causa, registrando e denunciando ocorrências ou suspeitos, através do telefone 190 ou WhatsApp local 98658-1271, além do grupo de Whats dos comerciantes que já está em pleno andamento.
* Crédito fotos: Agência Conecta.

Comentários

comentarios